Obras          Filmes          Fotografias          Oficinas          Apresentações          Conversas          Programação          Sobre    

SOBRE

rec•tyty é um festival de artes indígenas que busca tocar o coração do público por meio da exposição e ativações de diversos artistas indígenas atuantes no país.

Rec é gravação, registro. Na língua Guarani, tyty é a pulsação do coração e das emoções, que ribomba em nós ao darmos um abraço, ao vermos uma pintura ou ao ouvirmos uma música que mexe conosco. Segundo a sabedoria Guarani, é este pulsar dos afetos e do coração que registra e que ativa nossas memórias em nosso cérebro.

Inspirado pelos cardumes e colmeias, rec•tyty é uma celebração coletiva para suspender o céu, união da resistência e da pulsação, expressão do nosso desejo de viver juntos. Realizado pela curadoria de Ailton Krenak, Cristine Takuá, Carlos Papá, Naine Terena e Sandra Benites.

Produzido pelo Instituto Maracá, em parceria com o Selvagem – Ciclo de Estudos, rec•tyty ocorrerá online, de 17 a 25 de abril.

O festival rec•tyty é realizado através do PROAC Expresso Lei Aldir Blanc, Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Governo do Estado de São Paulo, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal

Ailton Krenak

Ativista, escritor e jornalista, Ailton Krenak é curador do rec•tyty. Vive na aldeia Krenak, às margens do Rio Doce, em Minas Gerais, e é um dos mais destacados líderes indígenas do país. Organizou a Aliança dos Povos da Floresta e ajudou na criação da União das Nações Indígenas (UNI), tendo papel fundamental nas lutas em defesa dos direitos indígenas nos anos 1970 e 1980. Doutor honoris causa pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), é autor de “Ideias para adiar o fim do mundo” e outras obras. Ailton é fundador do Instituto Maracá e, junto com a Dantes Editora, criou o Selvagem Ciclo de Estudos.

Carlos Papá

Cineasta e líder espiritual, Carlos Papa Mirim Poty é curador do rec•tyty. Grande conhecedor da língua e cultura de seu povo, Guarani Mbya, Papa vive na aldeia Rio Silveira, em São Paulo. Trabalha há mais de 20 anos com produções audiovisuais, fortalecendo e valorizando a cultura mbya por meio de documentários, filmes e oficinas culturais para os jovens. Papa é fundador do Instituto Maracá e voa junto com o Selvagem Ciclo de Estudos.

Cristine Takuá

Filósofa, educadora e artesã, Cristine Takua é curadora do rec•tyty. Do povo Maxakali, vive na aldeia Rio Silveira, em São Paulo, e é professora na Escola Estadual Indígena Txeru Ba’e Kua-I. Formada em Filosofia (Unesp), é membro-fundadora do Fórum de Articulação dos Professores Indígenas do Estado de São Paulo (Fapisp) e representante no Núcleo de Educação Indígena da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Cris também é fundadora e diretora do Instituto Maracá e participa do Selvagem Ciclo de Estudos.

Naine Terena

Ativista, educadora, artista e pesquisadora, Naine Terena é curadora do rec•tyty. Do povo Terena, vive e trabalha em Cuiabá, no Mato Grosso. É docente na Faculdade Católica de Mato Grosso e no Itaú Cultural, com mestrado em Artes (UnB) e doutorado em Educação (PUC-SP). Acompanha as ações do movimento indígena, sobretudo a produção de alimentos saudáveis, geração de renda dos povos indígenas, memória e resistência. Naine foi curadora de Véxoa: Nós sabemos, a primeira mostra de arte indígena da Pinacoteca do Estado de São Paulo.

Sandra Benites

Antropóloga, educadora, artesã e pesquisadora, Sandra Benites é curadora do rec•tyty. Do povo Guarani Nhandeva, é nascida na Aldeia Porto Lindo/Jacarey, em Mato Grosso do Sul e vivendo no Espírito Santo, acumulou mais de 15 anos de experiência na educação escolar indígena. É graduada pela Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica (UFSC), além de mestre e doutoranda em Antropologia Social, pelo Museu Nacional (UFRJ). Sandra é curadora-adjunta do Museu de Artes de São Paulo (MASP) e conselheira do Instituto Maracá.

Créditos

Produção: Instituto Maracá
Parceria: Selvagem Ciclo de Estudos
Conselho Curatorial: Cristine Takuá, Carlos Papá, Ailton Krenak, Naine Terena e Sandra Benites
Design: Anna Dantes
Direção de Relações Institucionais: Adriana Calabi
Direção de Produção: Otávio Oscar
Mídias Sociais e Assistentes de Design: Isabelle Passos e Heloísa Franco
Assessoria de Imprensa: Mercedes Tristão
Assistentes de Produção: Luanah Cruz e Paola Gibram
Assistente Administrativo: Éder Lopes
Site: Wonderpus
Redação Textual do Site: Idjahure Kadiwéu e Tatiane Klein